Presidiário que havia saído temporariamente por conta da Pandemia, é executado no Pequiá, em Açailândia

Um homem identificado por EDIVAN DE JESUS FERREIRA (33 anos) que estava de saída temporária da (UPR) devido a pandemia do COVID 19, foi morto a tiros na madrugada deste sábado (15/08) no Pequiá, Segundo as primeiras informações repassadas pela polícia, a vítima foi atingida com cerca de seis disparos de arma de fogo, e o mesmo não resistiu aos ferimentos, o fato foi registrado para os devidos fins de direito pelo Delegado Regional de Polícia Civil Dr. Alex Andrade  e o IPC Sóstenes.

Em diligências uma equipe da 9ª Delegacia Regional esteve no local para acompanhar o caso e fazer a liberação do corpo para a funerária.

EDIVAN FERREIRA era suspeito de ter cometido latrocínio que teve como vítima o Sr. Josimar (Gari de 55 anos) homicídio aconteceu no Lixão de Açailândia onde na ocasião levou uma espingarda da vítima, ele ainda tem na ficha criminal a suspeita de cometido um segundo homicídio que teve como vítima Roberto Gomes ocorrido no último dia 15 de junho 2020  e  um terceiro homicídio juntamente com a participação uma mulher no qual teria executado um rapaz não identificado que também foi jogado atrás do campo de futebol no Bairro Massaranduba no Pequiá.  

As Informações da época dão conta que um dos crimes teria sido comandado pelo traficante conhecido por Francisco gordinho, o homem segundo investigações policiais fazia o papel de aviãzinho: Que no jargão policial significa a pessoa que leva o tóxico para um comprador e volta com o dinheiro.

A Polícia Civil em parceria com PM realizou buscas no local na intenção de tentar identificar e prender os suspeitos do crime.

Com Informações da PC de Açailândia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *