Policia Civil prende Homem suspeitos de trafico de droga em Açailândia

AÇAILÂNDIA – Na manhã desde Sábado 20/12 a Policia Civil (1º DP) efetuou a prisão de dois ELEMENTOS que estavam fazendo uso de drogas, na residência do GORDO às margens da Br-010 do lado esquerdo da Rodovia, localizada depois da Bueira perto do Loteamento Colina Park, Informações dão conta que quase todos os moradores da casa já teria sido denunciados por diversas vezes, pois os cidadãos que ali residem nos últimos dias estavam observando uma grande movimentação dentro da residência (casebre do GORDO que também foi detido).
Em outros momentos as Policias Civil e Militar já tinham abordado os moradores da mesma, mas não obtiveram êxito na abordagem. Neste Sábado 20/12 por volta de 12hs00 horas da Manhã uma equipe de policiais, do Serviço de investigação da Policia Civil sob o comando do Delegado Dr. Murilo, conseguiram efetuar a prisão do Gordo e de dois indivíduos suspeitos que no momento da prisão demonstravam se bastantes inseguros com a presença da imprensa. 
Na abordagem foi encontrada em poder dos mesmos: Dois cachimbos de crack, e alguns papelotes de drogas, segundo consta na denúncia um dos elementos conhecido pela alcunha de “Neguinho” teria recebido de empenho (troca por droga) UMA MOTO BROS de um terceiro dependente químico ainda não identificado (Tio da Pessoa que realizou a denúncia na Delegacia), onde o mesmo teria deixado a Moto de empenho para pagar algumas pedras de crack.
Dr. Murilo e seus policiais saíram em diligência nas proximidades da Prainha do Bairro do Jacu na intenção de encontrar outro indivíduo citado por “Neguinho”, como um dos possíveis compradores da Moto Empenhada, o individuo citado neste caso também é conhecido pelo nome de ISAACK que supostamente teria comprado a Moto por R$ 2.000,00 dois mil reais das mãos de Neguinho.
A SOCIEDADE AÇAILANDENSE – aguarda o desfecho do caso, com respostas positivas sobre as consequências deste crescente comércio do trafico de drogas em vários pontos da cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *