Quem manda nos presídios de São Luís?

O Serviço de Inteligência das policiais do Maranhão, não deve divulgar o oficial, à Sejap tem afirmado que os lideres de facções criminosas não estariam satisfeitos com às transferências para o novo presídio da capital maranhense(Penitenciária São Luís III) e que seria esse o principal motivo dos ataques ordenados de dentro do Complexo Penitenciário no fim de semana passado em várias partes da ilha.
Ninguém pode descartar outros motivos. Agora, o principal deles precisa ser dito. Grande parte da revolta dos presos, foi com à possibilidade do Coronel Ivaldo Barbosa, Assumir o cargo de Secretário de Justiça e Administração Penitenciária do Maranhão.
Antes dos ataques, logo depois da saída do Delegsdo Sebastião Uchôa da direção da Sejap, o nome de Ivaldo Barbosa, era o mais cotado, defendido pela maioria da população por meio das redes sociais e das emissoras de Rádio e TV. Ivaldo Barbosa, Comandante do Policiamento Especializado da PM, chegou a dizer em entrevista que estava pronto para assumir. 
Perguntado sobre os problemas no Complexo de Pedrinhas, se tinha jeito, o Coronel disse, “que à lei de execução penal, precisa ser cumprida no sistema prisional do Estado”, afirmou ainda “que só não tem tem jeito para à morte”.
Depois dessas. declarações, no sábado(20 de setembro), iniciaram os ataques na região metropolitana de São Luis do Maranhão.
O Governo do Estado no início desta semana, confirmou o nome do novo Secretário, o Defensor Público, Paulo Costa, que já assumiu. Resumindo tudo, os presos do Complexo de Pedrinhas não querem nem ouvir falar em fim de regalias. Ivaldo Barbosa, defende mais rigor em todas às unidades prisionais de São Luís.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *