Preso acusado de 24 homicídios no Piauí e Maranhão

A Força Tática do 9º Batalhão (zona Norte) prendeu na manhã desta segunda (26), Reinaldo Costa Araújo, 28 anos, conhecido como Chocolate, que é suspeito de pelo menos 24 homicídios no Piauí e Maranhão. O jovem é considerado pela polícia, matador de aluguel e fugitivo do Complexo Penitenciário de Pedrinhas em São Luís-Ma. Ele também faria parte do Primeiro Comando do Maranhão. 
Os policiais militares do 9º BPM tiveram informações de que ele estaria morando na Vila Santo Afonso, região do São Joaquim e já faziam diligências no sentido de cumprir mandado de prisão contra ele. 

Nesta segunda, ao identificá-lo conduzindo um Honda Civic, cor prata de placa KJL-8294, atrás dos motéis da avenida Boa Esperança, os policiais conseguiram encurralá-lo em uma rua que dava acesso a uma das lagoas no Parque Lagoas do Norte. 

“Chocolate é natural de São Luís e um dos homens mais procurados do estado vizinho, acusado de atentado contra o Grupo de Operações Especiais do Maranhão, fugitivo de Pedrinhas e tem pelo menos 20 homicídios por lá e mais quatro aqui no Piauí. E ainda faz parte do Primeiro Comando do Maranhão (PCM)”, informou o comandante do 9º BPM, tenente coronel Vicente Carlos. 

O carro que ele andava não havia restrição de roubo e furto. Ele disse para a PM que era alugado. No veículo foi encontrada uma pistola e outra arma foi achada em uma casa na Vila Santo Afonso, onde foi preso um homem suspeito de ser comparsa do acusado. 

Chocolate é suspeito de matar o corretor Rogério da Silva Fiúza, 30 anos, no dia 27 de dezembro na região do Parque Lagoas do Norte, em Teresina. A vítima estava em um gol prata de placas (ODV-5341), quando foi abordado, segundo a polícia, por dois homens em uma moto. Um deles efetuou um disparo contra o carro, forçando o motorista a sair correndo pela rua quando foi alvejado por vários tiros.

Rogério tinha dois filhos e era vendedor de carro. Ele era natural de Recife, mas residia no bairro Santa Clara. Do Cidade Verde.

IDifusora 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *