Padrasto tortura criança de 3 anos em Palmeirândia

Palmeirândia – Por motivações torpes, em depoimento a polícia de Palmeirândia, o lavrador Marcial Farias Coelho, de 20 anos, justificou a tortura que submeteu a sua enteada de apenas três anos de idade. A criança chorava bastante, e também serviu de instrumento de vingança para infâmias que diziam de sua mãe na cidade.
Marciano chegou a tentar homicídio contra a menina com uma espingarda de sal calibre 36, que estava sem munição. 
A vítima possuía queimaduras nos braços e nas costas. O padrasto teria utilizado uma colher quente para a tortura, assim como alicates para arrancar unhas da menina. A garota de três anos também apresentou um hematoma por uma forte pancada na cabeça.
Marciano Coelho será autuado por tortura e tentativa de homicídio. Ele foi encaminhado para a delegacia regional de Pinheiro, e está à disposição da justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *