Maranhenses presos acusados de falsificar feijão branco

Quatro maranhenses foram presos em Fortaleza, no Ceará, nesta segunda-feira (23) acusados de falsificação de feijão branco. Segundo informações do delegado da Polícia Civil, Romério Almeida, os acusados tingiam o feijão com corante verde e vendiam o quilo a três reais.
Foram apreendidos 432 quilos de feijão, que estavam em sete sacas de 60 quilos, além de doze pacotes de um quilo. O bando estava vendendo o produto há quase um mês. A polícia prendeu a quadrilha após denúncia feita no final de semana, de uma consumidora que notou que o feijão descoloria no cozimento.

Os quatro vão responder por crime de estelionato e podem pegar de um a cinco anos de prisão.

O mentor Luiz Antônio da Silva, 48 anos, Natália de Jesus Saraiva Silva, 19 anos, Claudiana Santos Ferreira, 22 anos, e Francinilde de Sousa Brandão, 24 anos, não tem antecedentes criminais. As mulheres recebiam R$ 140 por semana para efetuarem as vendas.

Caso o produto seja analisado e seja concluído que o corante é substancia toxica, todos responderão por lesão corporal. O feijão apreendido será incinertado. Foto|divulgação: Polícia Civil Ceará

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *